As mil faces de um grande vilão

mark_strong

Entre tantos filmes favoritos, sempre existem aqueles que, de alguma forma, destacam-se em nossa “cinemateca mental”. Sejam por um roteiro bem escrito, direção e fotografia maravilhosas, atuações impecáveis ou pelos vilões inesquecíveis, como: Darth Vader em Guerra nas Estrelas, o alienígena gosmento da trilogia Aliens (não consideramos o quarto filme), o Predador, o insuperável Coringa de Heath Ledger no filme O Cavaleiro das Trevas, Jason em Sexta Feira 13, Freddy Krueger em A Hora do Pesadelo, entre mil e tantos.

mark_strongPorém, existem aqueles vilões que não usam máscaras, capas, roupas especiais, pinturas ou qualquer outra indumentária que transmita um medo a mais para suas vítimas. É o vilão de cara limpa! Aquele personagem que nos faz ficar tenso, roer as unhas e indagar para nós mesmos… será que existe alguém assim tão inteligentemente malvado?

A primeira vez que vi Mark Strong no cinema foi em Rock’n’Rolla, como o braço direito de um grande mafioso, que apesar de ser um papel aparentemente secundário já podíamos perceber o talento e a intimidade deste grande ator para o lado mal. Após revê-lo atuar como o pai mafioso de Kick Ass, o inglês traidor em Robin Hood, o ambicioso Sinestro em Lanterna Verde (que apesar da maquiagem, é notável o estilo maquiavélico de Strong na personagem), concluímos que Mark Strong é um daqueles grandes atores que sabem realmente interpretar vilões, como Robert DeNiro (Cabo do Medo), Malcolm McDowell (Laranja Mecânica), Antony Hopkins (O Silêncio dos Inocentes), Brad Dourif (O Senhor dos Anéis), Jack Nicholson (O Iluminado), Kevin Bacon (O Rio Selvagem / O Homem sem Sombra) e mais alguns poucos. Talvez por isso que ultimamente o ator britânico Mark Strong seja tão requisitado para fazer papéis de vilões. Confira alguns de seus melhores filmes “vilanescos”:

  • Archy em Rock’n’Rolla (2008),
  • Lord Blackwood em Sherlock Holmes (2009),
  • Frank D’Amico em Kick Ass – Quebrando Tudo (2010),
  • Sir Godfrey em Robin Hood (2010),
  • Sinestro em Lanterna Verde (2011),
  • Matai Shang em John Carter – Entre dois Mundos (2012),
  • Jacob Sternwood em Inimigos de Sangue (2013).
  • E especula-se que talvez Mark Strong nos brinde, nada mais e nada menos, com um dos maiores vilões dos quadrinhos, Lex Luthor em Batman vs Superman, previsto para 2015.

8d6f835e3042bca340f80f39a257596eEm entrevista a um site de notícias, Strong falou o que achava em fazer tantos papéis deste tipo: “Já interpretei os mocinhos no passado, já interpretei papeis cômicos no passado e pretenderei fazer isso no futuro. Mas no momento estou muito feliz nesse tipo de veia rica dos vilões. Eu amo esses personagens e como ator você tem muito para adquirir e o desafio é não transformá-los em personagens bidimensionais, mas encontrar algo mais profundo.”

Esperamos sempre ver e rever Mark Strong como algum vilão mal humorado, e como diz o velho ditado: “A prática leva à perfeição”, com certeza seremos surpreendidos, mais uma vez, por este grande ator.

 

 

Deixe uma resposta...